A importância dos brinquedos com certificado de segurança

Desde 1988, somente os brinquedos com certificado de segurança podem ser comercializados no Brasil. O Inmetro é o órgão responsável pela fiscalização e certificação desses brinquedos.

Essa avaliação é importante para garantir a saúde e a integridade física das crianças quando brincam.

Entre os testes feitos pelo Inmetro estão:

  • Verificação se o produto tem partes pequenas que podem soltar e serem engolidas por crianças menores de 3 anos;
  • Verificação de bordas, para evitar que sejam cortantes;
  • Presença de metais pesados como chumbo, cádmio e arsênio.

Isso vai garantir que os brinquedos tenham os requisitos mínimos de segurança estabelecidos em norma ou regulamento técnico.

Certificado de segurança

Alguns produtos podem parecer vantajosos pelos preços baixos, mas é só o preço que parece bom.

Os produtos clandestinos ou falsificados que não passaram pelos testes de segurança, podem se transformar em verdadeiras armadilhas e, inclusive, comprometer a saúde e a segurança dos pequenos.

Segundo a Associação Brasileira dos Fabricantes de Brinquedos (Abrinq), os testes devem prever, também, a utilização do brinquedo para algo que ele não seja destinado. Por exemplo, ensaios de queda simulada. Se o brinquedo quebrar, as partes quebradas não podem formar pontas.

Se os pais compram brinquedos sem certificado de segurança, quer dizer que não levaram isso em conta. É mais um caso daqueles “onde o barato pode sair muito caro”.

Os produtos com selo de segurança são avaliados periodicamente para terem o certificado. Caso o fabricante desrespeite alguma norma, a certificação pode ser suspensa. Isso garante que o seu filho esteja sempre protegido.

Como se proteger

O Inmetro tem algumas dicas para garantir a segurança das crianças no momento de brincar:

  • Exija sempre certificado de segurança. Só assim você terá certeza que os produtos estão dentro da regra estabelecida;
  • Não compre produtos clandestinos ou falsificados, evite o comércio informal. Eles podem conter substâncias tóxicas, peças cortantes ou muito pequenas;
  • Exija nota fiscal. Assim, existe a responsabilidade social caso ocorra acidente ou defeito no produto;
  • Respeite a faixa etária indicada na embalagem do brinquedo;
  • Leia atentamente as instruções de uso antes de entregar o brinquedo para a criança.

Lembre-se que apenas os brinquedos com certificado de segurança têm garantias que protegem a saúde e a segurança de seu filho. Com isso em mente, é só escolher o brinquedo e deixar que a diversão tome conta.

Author: CardosoToys

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *